E se Pennywise (It: A Coisa) invadisse sua mesa de RPG?

1 de Março de 2018

Baseado na consagrada obra de Stephen King, “It: A Coisa” (2017) foi um grande sucesso de bilheteria, tanto no Brasil e no mundo, nos trazendo novamente o Pennywise, um dos palhaços mais icônicos e assustadores do cinema.

“Quando se é criança, você acha que o mundo gira em torno de você. Você pensa que sempre vai ser protegido e cuidado. Aí, um dia você se toca de que isso não é verdade. Por que quando se é uma criança e se esta só, os monstros vêem você como um fraco. Você nem se toca que eles estão chegando mais próximos, até que é tarde demais”. –

Bill Denbrough – IT: A Coisa (2017)

Um pouco mais a fundo…

Pennywise, conhecido em bom português como “Parcimonioso”, que é uma m* de nome, teve sua primeira aparição foi no livro It (A coisa), escrito por Stephen King e publicado em 1986. Esse, foi primeiramente adaptado para as telonas no filme It – Uma Obra Prima do Medo (1990). Já em 2017, foi readaptado, sendo muito bem recebido pelo público e crítica, difundindo-se novamente pela cultura Pop.

Em resumo, Pennywise é uma criatura sobrenatural, praticamente onipresente e shapeshift, ou seja, que muda de forma, mas, geralmente prefere a forma de um palhaço, para atrair suas presas favoritas: crianças. Além dessa habilidade, a temível criatura pode ler as mentes de suas vítimas, e tornar-se aquilo que as der mais medo. Para que tudo isso? Nosso querido “amigo” é um predador, que gosta de se alimentar dos medos e fobias das queridas crianças de Derry, cidade fictícia onde se passa o filme.

Então … porque não transformá-lo no pior pesadelo da sua mesa de RPG?

E como introduzir os jogadores?

Como utilizar nosso querido Penny no RPG? Se você assistiu o filme, deve ter visto que as crianças da cidade de Derry são assombradas pelo palhaço. Revela-se uma quase onipresença da criatura na cidade, pois os ataques ocorreram em cantos distantes, dentro ou fora das casas. Ademais, sua aparição ocorre a cada 27 anos, sendo impossível saber quando os ataques começaram.

Dessa forma, a melhor maneira de introduzir os personagens na aventura de Pennywise, seria colocar aventureiros aleatórios em uma taverna localizada em uma cidade assombrada pelo Pennywise. Essa, a primeira vista normal, seria apenas mais uma cidade comum, mas os jogadores entram em contato com uma série de eventos esquisitos e/ou sobrenaturais.

A partir desse ponto, o mestre pode seguir dois caminhos: Pennywise abusa mentalmente do jogadores de sua mesa (1) ou das crianças do vilarejo (2). A primeira opção (1) seria onde os players passam a sofrer alucinações ou visualizações de seus medos e fobias mais profundos. A ideia é deixá-los fragilizados e determinados a descobrir o que está acontecendo. Por exemplo, imaginem uma cena em que o bardo está tocando na taverna e, de repente, visualiza o assassino de seus pais, erguendo suas cabeças para ele ver! Ou o bárbaro, que vê o assassinato de sua aldeia, nos becos da cidade. Pensem no quanto essa aventura pode ser valiosa para o desenvolvimento dos personagens!

 

O outro caminho (2), seria focado nas crianças do vilarejo ou da cidade. Os nossos queridos jogadores teriam um papel mais investigativo, tentando desvendar, de alguma forma, os sinistros assassinatos ocorrentes no local.

Um pulinho fora do mainstream

Com uma temática sobrenatural como essa, se consegue sair um pouco do medieval. Outros sistemas de RPG que se encaixam perfeitamente são os baseados na obra lovecrafitiana. Os mais famosos sendo Rastro de Cthulhu (lançado em português) ou o Call of Cthulhu (apenas no idioma original). As idéias são perfeitamente transponíveis para esses sistemas onde sobreviver manter a sanidade após investigações por histórias aterrorizantes de desaparecimento seria um o principal desafio.

Ficha – Pennywise

Retirado de: https://www.reddit.com/r/DnDIY/comments/71uepc/pennywiseit_bestiary_page/

 

Gostaram do Post?

E nos conte o que acham! Como vocês introduziriam o Pennywise para dar pesadelos terríveis em seus jogadores?

E se ele conseguisse enxergar o medo de seu personagem, qual seria?

Comentem aí o que vocês acharam! Abraços e Sucesso!