Um pouco de tudo sobre o RPG

2 de dezembro de 2015

O que é RPG?

RPG é a sigla em inglês para Role-playing Game, ou “jogo de interpretação de papéis”, onde o jogador assume a identidade, interpretando e escolhendo as ações, de um personagem regido por um sistema de regras.

RPG

Quando surgiu o RPG?

Como eu não estava lá no dia em que o RPG nasceu, o Wikipedia nos conta que o “Dungeons & Dragons, desenvolvido em 1974 por Dave Arneson (dir.) e E. Gary Gygax (Esq.) e publicado pela empresa de Gygax, a TSR, foi o primeiro RPG comercialmente disponível”.

Gary_GygaxD&d_Box1stDave_Arneson

 

Quais são os tipos de RPG disponíveis hoje no mercado?

Muitos!

Só para você ter uma ideia da quantia de RPGs disponíveis (só os de mesa, para usar papel e caneta), tem um maluco na internet, chamado John H. Kim, que catalogou os RPGs e a lista passa de 1.000 títulos!!!

Todos esses títulos estão separados em vários gêneros. Voltando ao Wikipedia, alguns dos gêneros citados são: Contemporâneo, Fantasia, Horror, Humor, Sci Fi, Super Heróis, Universais, entre outros.

E mais, entre os vários RPGs existentes, eles podem ser catalogados dentro de seus respectivos sistemas.  São mais de 45 sistemas que segundo o Wikipedia “é um conjunto de mecânicas de jogo usados ​​em um jogo de role-playing (RPG) para determinar o resultado das ações de um personagem.”. Ou seja,  para cada sistema se entrega uma experiencia de jogo bem distinta (uns para mais e outros para menos).

Acessórios para o RPG

Bom, aqui a lista pode se tornar tão grande quanto a quantia de RPGs. Mas para não tornar isso muito extenso, e chato, irei citar o que é mais óbvio e o que faz parte de meu repertório. Além do mais, os dividi em 2 categorias: AnalógicosDigitais.

Acessórios Analógicos

  • Dados: sempre fizeram parte do RPG e sempre chamam a atenção devido às inúmeras formas em que se encontram. Sua função é gerar os valores aleatórios, responsáveis pelas incertezas das ações de cada personagem no jogo. Entre eles, aqui estão citados os famosos dados utilizados no Dungeons & Dragons: 1d4, 1d6, 1d8, 1d10, 1d12 e 1d20. E se você é apaixonado por dados, entre nesse site – Shapeways – e chore!

dados

 

  • Miniaturas e Mapas: Nem sempre utilizadas ou necessárias em todos os jogos de RPG, mas sempre cobiçadas e admiradas, elas servem para ajudar na representação do personagens do jogo, e são utilizadas principalmente em combates. Apesar de existirem miniaturas produzidas por várias empresas (algumas delas já Brasileiras), elas se tornaram bastante difundidas no Brasil com as miniaturas do D&D. Saca só a imagem!

miniaturas

 

  • Fichas de Personagens: Bom, essa é a parte mais barata dos acessórios por se tratar de uma folha de papel! Cada livro de RPG costuma apresentar sua própria ficha de personagem que é necessária para que o jogador anote as informações da criação de seu personagem de acordo com o sistema do jogo utilizado. No entanto, é muito comum comunidades de pessoas que amam o RPG criarem suas próprias fichas personalizadas e compartilharem na internet.

Numenera_CharacterSheet_Internal

 

  • Mesa: Bom, não esperava por essa? Duvido que sim! Afinal, quantos de vocês já tiveram que comprar uma mesa só para jogar RPG? Piadas a parte, fora do Brasil existe um universo capaz de te ofertar mesas fodásticas para sua partida de RPG. São mesas baratinhas de 8 a 20 MIL DÓLARES!!! Você chorou com os dados personalizados com o link acima? Então chore novamente aqui! – Geek Chic.

Mesa

 

  • LIVROS! : É claro! Como ia me esquecendo deles? O jogo de RPG só existe durante a partida! O livro em si não é o jogo, mas sim um conjunto de regras e descrições de cenário (entre outras coisas). Ao serem colocados do lado dos jogadores durante a partida do jogo, os livros de RPG se tornam parte do conjunto de acessórios utilizados. Veja a cena completa, que beleza!

Grupo de RPG

 

Acessórios Digitais

Bom, para cada acessório analógico citado acima, é possível hoje obter uma versão digital. Graças a elas é que hoje eu consigo jogar bem mais RPG do que quando eu era mais jovem. Que bom!

  • Dados Digitais
  • Miniaturas e Mapas Digitais (Mesa Digital)
  • Ficha de Personagem Digital
  • Livros Digitais

Além disso, é possível acrescentar ferramentas para ambientação sonora, SFX, efeitos visuais em vídeo, imagens etc.

Para não tornar esse post muito longo, aí vai o link para um outro post onde eu listo algumas ferramentas que nós utilizamos para jogar RPG a distância via internet. http://rpgnext.com.br/podcast/bate-papo-com-mamute-e-leitura-de-e-mails/. Caso você queira ouvir o Podcast, sinta-se a vontade, lá eu explico como cada ferramenta listada é utilizada.

O legado do RPG

Por fim, o RPG foi e continua a ser influência para diversas outras mídias:

  • Livros de romance baseados em cenários e aventuras de RPGs já foram lançados no mundo todo, inclusive no Brasil!
  • Filmes já foram produzidos, sejam eles bons ou não, bem como é possível encontrar diversos vídeos de fãs espalhados pelo Youtube.
  • Músicas também já foram compostas com a influência dos RPGs.
  • Jogos Digitais mais e mais aparecem com as mecânicas herdadas dos RPGs. Enquanto uns são considerados totalmente RPGs (e isso merece uma discussão a parte), outros apenas se aproveitam do sistema de níveis, evolução, pontuações etc.
  • A Educação, principalmente no Brasil, já passou por vários experimentos em sala de aula com o RPG. Isso reforça o jogo como ferramenta que vai além do entretenimento.
  • Gamificação, uma área de estudo que visa utilizar elementos de jogos em ambientes que não são jogos, como por exemplo aplicativos, websites, ou até ambientes corporativos. A maioria destes elementos de jogos são derivados dos RPGs!
  • E muito mais!

 

Com isso se encerra… não! Teria muito mais coisa para falar! Mas esse assunto não precisa terminar aqui. Você acha que faltou alguma coisa? Escreva no post! Daremos continuidade ao papo por lá! xD.