Tarrasque-na-Bota-broche-500x500

 

Tarrasque na Bota apresenta… A Mina Perdida de Phandelver, uma aventura do RPG Dungeons and Dragons 5ª ediçãoEpisódio 19 – O passado de Klank

 

   ATENÇÃO: Esse podcast é recomendado para maiores de 14 anos.

 

“Dá para dizer que nem é um cast, mas um storytelling, um os melhores do RPG Brasil na web.” 

– Raphael Lamour (ouvinte) –

“(…) sempre boas risadas, me deixam felizes de dizer que, juntamente com o pessoal do Crônicas De Mentes (outro podcast nesses moldes, mas que usam FATE) são, para mim, os melhores da podosfera.

– Thiago Dante (ouvinte) –

“Parabéns pelo cast.”; “RPG Next de volta a todo vapor!”; “imagino que deve ser muito trabalhoso fazer a edição, mas o produto final é de qualidade parabéns.”

– Joseph Mugiwara (ouvinte) –

“Adorei a nova temporada, agora com mais personagens e mais tempo de aventura para nós conhecermos melhor cada personagem.” 

– Gustavo PL (ouvinte) –

“O melhor podcast no quesito RPG – Muito bom esse podcast, obrigatório para todo jogador de RPG e simpatizante dessa cultura. Narrador e jogadores de parabéns pelo trabalho.” 

– Mugiwarajoe (ouvinte) –

“Um amigo me recomendou os podcasts do jovem nerd a respeito de rpg, bem não desmerecendo o trabalho deles pois tbm adoro os casts deles , mais em relação a rpg vocês são sem duvidas os melhores , melhores interpretações, é melhor edição de áudio, continuem com esse trabalho excepcional.”

– Heitor Reis (ouvinte) –


Estamos apoiando o World RPF Fest 2016, o maior evento de RPG de Brasil que terá varias mesas com partidas de RPG, jogos de tabuleiros, palestras, campeonatos e muito mais.

WRF2016-banner

Data: 17 e 18 de setembro. Local: Faculdade Opet Rebouças, Avenida Presidente Getúlio Vargas, Curitiba, Brazil.

Para maiores informações acesse: facebook.com/WorldRPG


 

Calendário da Costa da Espada, no Reino de Faerûn, no mundo de Toril:

 

10/7/1491 e 11/7/1491
Décimo e décimo primeiro dia do sétimo mês – Flamerule (Summertide – Maré do Verão) no ano 1491 DR.

 

Calendário da aventura:

 

5º e 6º dia de aventura (de uma manhã até outra do dia seguinte).

 

Com a participação de:

 

 

Uma produção RPG Next.

 

Tnb-LMoP-E019-imgs1

 

SUPORTE NOSSA CAUSA!

Nossa Campanha do PADRIM está no AR! Acesse e veja nossas Metas e Recompensas para os patronos.
https://www.padrim.com.br/rpgnext

RPGNextPadrim

AJUDE!

 

Por fim, lembre-se que você também pode nos ajudar através de compras em nossos links afiliados. Caso você veja um produto de seu interesse em nossos banners na lateral direita do site, se você clicar lá e efetuar uma compra de QUALQUER produto dentro do site, seja no Amazon, Submarino, Lojas Americanas, Shoptime ou Sou Barato, essas empresas afiliadas nos repassam um percentual de sua compra para nós. Saiba que seu produto não custará nenhum centavo a mais por causa disso! Ok? Com essas formas de ajuda, você nos ajudará a manter nosso trabalho por mais tempo.06

 

COMPARTILHE!

Se você gostou desse Podcast de RPG, então não se esqueça de compartilhar!

Nosso site é rpgnext.com.br,

 

DEIXE SEU FEEDBACK!

Se quiser deixar seu feedback, nos envie um e-mail em contato@rpgnext.com.br ou faça um comentário nesse post logo abaixo.

Seu comentário é muito importante para a melhoria dos próximos episódios. Beleza? Muito obrigado pelo suporte, pessoal!

 

Links para MÚSICAS e SFX sob a licença Creative Commons

Contato

Facebook / Twitter / Google+ / YouTube

 

  • Eu tenho 3 coisas pra dizer:

    1 – Excelente episodio, ri de chorar do Erevan bebado… me lembrou a mesa que eu jogo onde meu Tiefling Monge convenceu ao nosso anão guerreiro (Teimoso, preconceituoso e beberrão) a entrar numa disputa com um gigante que nos levaria a um monasterio no topo de uma montanha. O teste era ver quem tomava mais cerveja XD

    Resultado, o anão acabou abraçado num barril de cerveja baubuciando que adorava alguns membros do grupo e odiava outros enquanto o gigante (que tomou os barris como quem toma canecas de chocolate quente) ria e o chamava de Gnominho, deixando o tonto anão ainda mais puto HAHAHAHA.

    2 – Eu sempre tive um grande preconceito com anões, tanto que nunca escolhi a raça pra jogar… mas depois de começar a ouvir a saga do TnB mudei de ideia totalmente… O Klang e o Erevan são os meus personagens favoritos da campanha… então me agradou demais ver o desenvolvimento de personagem do Klang XD
    Quando o Klang tiver a dual full plate dele HAHAHAHHAAH espero que o simbolo dos Rolling stones esteja gravado na costas, como os motoqueiros fazem nas jaquetas XD

    3 – POR FAVOR!! PELO AMOR DE DEUS!!! DEIXEM A VANESSA APARECER EM TODA LEITURA DE E-MAIL HAHAHAHAHAHAHA
    Ri bastante do episodio, mas nada se compara as gargalhadas que dei na leitura de comentarios.

    Novamente agradeço pelo trabalho que fazem 🙂

  • Tiago Andre Dos Santos

    O Erevan bêbado ficou sensacional. Também chorei de rir ao escutar o episódio huashuahsuhas.

    Mas mais legal ainda foi o desafio do anão com o gigante que contou, deve ter sido hilário hahaha.

  • Cris

    A Nessa tem uma risada musical, adorei as leituras com ela! Quero maisssss! E alguém por favor dê mais cerveja ao Erevam, fiquei especialmente curiosa pra saber como age um lobo inebriado…

  • Thiago Dante

    Aee, mais um primoroso episódio!

    Desde o episódio do Zoiúdo estou ansioso para saber a historia de Klank, e pelo nome desse achei que a guerra anã seria exposta, ou talvez o mistério da derrota ou possível covardia de Klank, como o Nothic deu a entender (pelo menos pra mim) ao invadir a mente do anão. Mas para nossa surpresa, Rael também fez as vezes de instigar sobre os backgrounds. Espero ver mais dessa ótima narrativa a frente.

    Aliás, o Rael ficou muito legal com essa nova cara (não na careca, mas no poder arcano) e foi muitíssimo bem na interpretação. Parabéns à sacada sobre a participação nessa “lenda” de Taymora. O senhor mercador certamente irá alimentar a fé em Phandalin, graças ao ladino. Quem sabe pode resultar em alguns créditos com a irmã Garaele (se ela estiver viva ainda, né).

    E, por favor, tragam sempre a Vanessa com a risada contagiante. Acho que já está na hora de iniciá-la na perdição do nosso hobby.

    Grande abraço.

  • Vanessa Muller

    Hahahaha … Valeu Thalisson… também me divirto muito fazendo a leitura de e-mails com o Rafael 47! Sempre que possível (e for convidada hehehehe), estarei participando deste projeto fantástico ! Abração!

  • Vanessa Muller

    Brigada Cris! Meu riso é meio solto mesmo… hahahaha… bjão

  • Vanessa Muller

    Olá Thiago! Então… acho que vou ter que começar a pleitear uma pontinha na aventura também… to até com vergonha da minha ignorância no universo do RPG… hehehehe… Mas valeu pelo comentário.. e sempre que possível, terei imenso prazer em participar da leitura de e-mails com o Rafa. Abração!

  • Valeu Thalisson!
    1 – Eu também ri de chorar! hahaah. Essa sua história é muito hilária tb! hahaha
    2- Sim, Anão é foda! Dual full plate parece um item irado!!!
    3 – Anotado! 😉

  • Cerveja e Vanessa… Anotado Cris! 😉

  • Obrigado Dante mais uma vez pelo comentário! 😀
    Durante as viagens pelo noroeste da Costa da Espada vai ter mais tempo dos aventureiros contarem suas histórias hahaha. Tem chão ainda…
    Vanessa… RPG… anotado!
    Qual personagem seria legal ela jogar???
    Abs!

  • Tiago, meu irmão achou que você estivesse bêbado de verdade! huahuaahua. Acho que ele acha que tem que estar bêbado para fazer esse “lance de RPG” huahuahua.

  • Vai pensando em um personagem Nessinha…

  • Tiago Andre Dos Santos

    Muita experiência em INTERPRETAR personagens bêbado uahsuahs

  • Fabricio Erdmann

    sobre o comentário o episodio 18

    o nome Damascus não foi uma brincadeira porem achei que tinha sido uma referencia ao aço que foi produzido no Oriente Médio, aço qual além de possuir uma aparecia única ele possui superplasticidade e é muito duro que o torna excelente para a produção de espadas. outro detalhe desse aço é que ele possui nanotubo de carbono

    ps: o aço valiriano de GoT é inspirado no Damascus
    ps2: segue em anexo uma imagem de parte de espadas de Damascus

  • Luis O M Dantas

    Realmente era uma referência ao Aço de Damasco, Fabricio.

  • Owwww!!!!!!!
    Valeu Fabrício! Vivendo e aprendendo!
    Então respondendo agora adequadamente… A palabra Osascus na aventura foi o pedido do Padrinho do RPG Next referente a uma recompensa. Quando ele nos passou esse nome, o Olavo acabou chegando nessa referência do Aço. Foi bem legal saber que era uma referência ao Aço de Damascus! (EU NÃO SABIA!)
    Abraço e obrigado por compartilhar o conhecimento! 😀

  • Xapolim, O Vermelho

    Caramba Rafael faz isso não os cara manda um infográfico assustador, o povo já acha complicado o jogo, pô! Pergunta só do que ela gosta mais (dar porrada, soltar fogo pela mão, heróis de armadura brilhante, etc) e faz um personagem pra ela ^^

  • Thiago Dante

    Depende do que ela gostar. Explique as diferenças das classes e seus pontos altos e boa. Mas um suporte divino nunca pode ser subestimado para grupo nenhum. Um personagem dedicado e que sempre está lá para ajudar na cura e nas magias, e na porrada quando precisar, é e sempre será muito importante (na minha opiniao, mais importante que os “especialistas”). Uma clériga ou druída se ajustam bem nessa sugestão. Mas nesse caso, acrescentaria a necessidade de “estudar” uma divindade.
    Clérigo é a minha classe favorita pela versatilidade, embora não tenha jogado com ela ainda na 5e.
    🙂

  • hahuahuahua. Sabe o que a Vanessa me disse? “Nossa… tem poucas opções!” huahuahua. Claro que na cabeça dela existe um motivo para ela ter falado isso. Falta informação… Vou investigar… hahahaha.

  • É difícil não gostar de uma Classe em D&D 5e. Elas possuem tantas diferenças entre elas que dá vontade de jogar com todas! Mesmo aquelas classes sem magia, podem eventualmente aprender magia se o jogador quiser. Muito bom! O Druida até agora me parece o mais versátil, podendo dar conta da pancadaria, questões que exigem testes de perícias e até magias!

    Abs Dante! 🙂

  • Luis O M Dantas

    Isso _obviamente_ significa que a Vanessa tem afinidade natural com sistemas como GURPS, Savage Worlds, etc… 🙂

  • Igor Moreira

    Muuuuito booooom *-*

    Curti as referências kkkkk. Muito massa tbm o lance do Rael se disfarçar por segurança e acabar reforçando a “lenda de Taymora”. Aliás, se a Taymora é a Deusa da boa fortuna, é provável que o mercador acredite que ela além de curar suas feridas, colocou um grupo de aventureiros em seu caminho para ajuda-lo a voltar pra casa em segurança. (PS.: caraca, a cura do Sandy deve ter deixado o mercador full life! Mto forte!)

    Muito massa também a criação do familiar em paralelo ao momento em que os outros conversavam sobre o passado de Klank. Ia ser bizarro se o Erevan se transformasse enquanto bêbado kkkkkkkkkk.

    Estava muito curioso sobre a historia do Klank e pelo título do episódio achei que tudo ficaria claro, porém, agora estou curioso também com o passado do Vern e do Rael.

    Sobre o lance de dividir o cargo de DM que comentei no episódio anterior, vou usar a aventura que estou mestrando para explicar: Iniciou com os personagens sendo banidos em uma dimensão paralela, e perdendo seus poderes (cada jogador criou uma background baseado em um personagem level 20, e o banimento foi a justificativa para que eles perdessem seus poderes). O líder dessa dimensão (que foi o primeiro a ser banido) explicou para os PC’s que seria necessário a colaboração de todos para coletarem alguns itens e executarem um ritual para sair dessa dimensão. Eu preparei a aventura até um determinado momento, e então passarei o cargo de DM para um dos jogadores. Logo, eu não sei o final da aventura que preparei! kkkkkkkkk.

    PS: Vanessa mito!

  • Igor Moreira

    Não sei porque, eu imaginei ela como uma Paladina kkkkkkkk

  • Que massa Igor!
    Obrigado pelo comentário e por explicar o seu esquema de DM rotativo… hehehe
    Nos falamos lá nos comentários! hehehe

    Já avisei a Nessa de seu comentário hahahaha.

    Abs! 🙂

  • Faz sentido!!! Todo sentido!
    Qual a raça? hehe.

  • Henrique Gustavo Oliveira

    Olá pessoal.
    Gostei bastante dos primeiros episodios, porém não estou conseguindo baixar todos. Até o episodio 4 eu baixei da DMguild, porém a partir do 4º não aparecem os arquivos inteiros. Aqui no site, quando coloco para baixar no link que diz download ele abre uma outra aba com o audio.
    Podem me ajudar?

  • Fala Henrique. Nós paramos de subir no DM Guild, pois era muito demorado ficar fazendo os uploads.

    Tem 3 formas de baixar:

    1 – Se você tiver um smartphone Android, basta baixar um APP de Podcast na Google Play. Se você tiver iOS, basta usar o APP de Podcast nativo dele. Dentro do APP basta procurar por “RPG Next” e assinar o canal. Pronto, todos os episódios estão a um clique de distância! 🙂

    2 – Se você tiver um iPod, basta assinar o Podcast “RPG Next” pelo iTunes. E funciona da mesma forma que o celular acima.

    3 – Se mesmo assim quiser baixar o episódio aqui do site, repare que no fim do post tem um botão baixar. Basta clicar com o botão direito do mouse e selecionar “Salvar link como…” (ver imagem).

    Isso resolve seu problema?

    Abs!

  • Henrique Gustavo Oliveira

    Obrigado. Otima aventura.

  • Valeu! 🙂

  • Rafael – O Silencioso

    Muito obrigado por conseguirem adicionar o Anãocodorna a historia grande Doug Funnie influenciou muito minha vida. Muito bem interpretado Fernando Moura parabéns. Desculpe a demora para comentar estava de ferias.

  • Seja bem vindo Rafa Lopes, ops, O Silencioso! hehehe.
    Que bom que gostou da inserção do Anãocodorna. 😀 Agora ficará registrado na internet para sempre!
    Abração e até a próxima parceiro.

  • Igor Moreira

    Nisso eu não pensei e.e

    talvez uma demi-elvian, que cresceu em duvidas sobre atender os chamados de sua natureza humana ou élfica, que encontrou sua paz no aconchego do templo de um dos deuses e agora sente-se na obrigação de retribuir esse favor usando todas suas forças para para espalhar a sua fé pelo mundo, usando seu testemunho de vida como maior forma de louvor à esse deus.

  • Vixe! Achei que você fosse falar umas raça mais comum hahahaha. Mas acho que ela vai gostar do nome XDDDD

  • Fernando Souza

    O ministério do trabalho adverte:
    Ouvir os erros de gravação durante o horário de trabalho pode causar ataques de risos, desatenção e outros problemas.
    hahaha.
    A referencia ao graveto me deixou com vontade de voltar mais uma vez aos episódios teste
    (ouvi 2x a primeira e segunda aventuras teste).
    O Klank foi longe na referencia ao Homem Codorna, acho que poucos vão se lembrar dessa.
    Meu deus, o que foi aquilo do elfo bêbado, ele devia aprender Zuì Quán para ganhar bônus na batalha.Seria hilario.
    Espero ouvir mais a Vanessa nas leituras de emails, ela tem um senso de humor que lembra a Portuguesa do J.N..
    Como sempre um excelente episodio.

  • HUAHUAAHUHUAAHU
    Muito bom!!!!
    Abs Fernando!

  • Snipepper

    Erevan borracho e louco! Esse foi bom demais.

  • 😉