3 Dicas de como criar personagens em uma mesa de RPG

15 de março de 2018

Ah, não tem nada melhor do o bom e velho Role Playing Game, ou simplesmente RPG, podendo ainda ser chamado (mesmo que por uma parcela mínima de pesssoas) jogo de interpretação de personagens.

E já que devemos interpretar um personagem, é essencial criá-lo. Se você está precisando de dicas de como criar personagens, você está no lugar certo. Confira!

Pode ser do seu interesse – Como criar um grupo de RPG do zero

Motivações

Preste muita atenção meu pequeno padawan, esta pode ser uma das principais dicas de como criar personagens bons.

Todos nós só nos movimentamos na vida por causa das motivações. Algumas questões que moldam a personalidade e devem ser levadas em consideração na criação do seu personagem são:00

  • Por que meu personagem não gosta disso?
  • Quais são as suas dores e qual a razão de tê-las?
  • O que o levou até isso?
  • Como foi sua infância?
  • Se ele tiver família, como é a relação com ela?
  • Se não houver família, qual é a razão para isso?
  • Como ele desenvolveu suas habilidades?
  • De onde ele surgiu?

Uma boa ideia para responder estas questões que criam a personalidade é, na hora de imaginar como criar personagens, criar histórias da vida destes antes de iniciar a jogar. Não existe a necessidade de preencher todas as lacunas.

Ao deixar algumas lacunas, se criam mistérios que poderão ser preenchidos no decorrer da aventura , fazendo com que seus personagens sempre tenham novas motivações. E com isso novas missões para desbravar.

Todo mundo tem defeito

Pode esquecer essa história de personagem perfeito, todos devem possuir várias facetas e segredos.

Um personagem com defeito é mais divertido, pois o torna mais real  e permite que os outros jogadores vejam seu personagem com mais profundidade e até mesmo explorem essa desvantagem.

Com isso são criados conflitos e intrigas, que são ótimos para o desenvolvimento da aventura. Sem falar que os medos permitem que a personalidade dele se sobressaia ainda mais.

Hora do batismo

Depois de todos esse passos, chegou a hora de batizar seu personagem.

Crie um nome que seja capaz de englobar as principais características que você já trabalhou no seu personagem. Afinal você percorreu um longo caminho até aqui e não vai querer dar um nome que não seja capaz de transmitir toda a história da sua criação.

Muitas pessoas preferem dar o nome ao personagem antes de criar a sua personalidade, evidentemente cada um tem as suas preferências.

No entanto, aconselhamos a deixar o nome por último, isso por que desde de o momento que se inicia a construção do personagem até a sua conclusão, várias ideias surgem e o personagem que foi idealizado a princípio pode não ter nenhuma relação com o resultado final.

Depois dessas três dicas de ouro, você com certeza ganhou muito XP. Então chega de buscar por aí porque agora você já sabe como criar personagens incríveis no RPG!

Leia também – Como adaptar personagens de filmes e HQs para o RPG

Se você tiver alguma dica incrível que nós não mencionamos aqui, deixe seu comentário!

Regras D&D