Top 5: melhores jogos de tabuleiro

10 de outubro de 2018

Os jogos de tabuleiro com certeza fizeram parte da infância de muitas pessoas. E, por mais que a tecnologia tenha invadido o mundo dos games, eles ainda são uma ótima alternativa para passar um tempo de qualidade e diversão com os amigos e com a família.

Está em busca de novos jogos? Então confira nossa seleção de 5 ótimas opções que estimulam a criatividade, a imaginação e podem fazer você se apaixonar ainda mais pelos jogos analógicos.

– Você pode se interessar por: Você sabe onde e como jogar RPG de mesa?

5 jogos de tabuleiro que você precisa conhecer!

1. Star Wars: Rebellion

Vamos começar a nossa lista de jogos de tabuleiro citando uma das franquias mais famosas da cultura pop: Star Wars. O Star Wars: Rebellion é um jogo complexo e que pode ser jogado em um grupo de 2 a 4 pessoas.

Assim como na história que rege a franquia, existem duas equipes distintas, o Império e a Aliança Rebelde. O Império tem como objetivo explorar os diferentes planetas, encontrar e destruir a base da Aliança Rebelde. Enquanto isso, o objetivo da Aliança é buscar apoio dos planetas para destruir o Império.

A cada rodada as duas equipes fazem seus movimentos. Realizam missões, deslocam seus exércitos e líderes pelo tabuleiro. Dentre as ações que podem ser feitas estão: a construção de armas, a batalha entre os jogadores e a conquista do planeta. É um jogo que envolve bastante ação, porém, também é importante exercitar a diplomacia e a capacidade de negociação. Poderá ocupar uma tarde toda de ação. Que a força esteja com você!

2. Pandemic

Nesse jogo de tabuleiro, o seu inimigo é… o próprio jogo! No Pandemic os jogadores precisam se unir em prol do mesmo objetivo: erradicar doenças ao redor do mundo. O jogo pode ser jogado em um grupo de 2 a 4 pessoas.

Ao início da partida, cada pessoa recebe um papel que consta o tipo de especialista que ele é. Então, seu objetivo é tentar erradicar 4 tipos de doença que estão espalhadas no tabuleiro. Com o passar do jogo, os participantes irão recebendo cartas que indicarão as ações que podem ser feitas em cada rodada. Também, são informados sobre a forma a qual a doença irá se espalhar pelo mundo.

O objetivo final é criar em conjunto uma estratégia que consiga exterminar as 4 doenças antes que todo o tabuleiro fique contaminado.

– Veja também: Aprenda a jogar Fiasco com esses 5 passos

3. War

Como falar dos jogos de tabuleiro e não citar o famoso War? O jogo pode ser aproveitado em um grupo que varie entre 3 e 6 pessoas. No início do jogo cada participante se torna comandante de um exército e recebe uma carta com o seu objetivo. Então, é hora de posicionar suas tropas e conquistar essa missão. Ela pode ser desde a conquista de um continente específico ou até mesmo a destruição completa de um exército inimigo.

A cada rodada os jogadores podem fazer suas ações, como batalhar e mover os exércitos. Também, de acordo com os pontos que conquistam, ganham mais soldados. Por fim, ganha o jogador que completar as suas missões. Prepare-se para boas horas de tensão – e diversão!

4. Monopólio

Assim como o War, não teríamos como falar dos jogos de tabuleiro e não citar o Monopólio. O jogo, que pode ser jogado por até 8 pessoas, tem dois simples objetivos: controlar o maior número de terrenos possíveis e, com isso, ser o jogador mais rico do grupo. Para começar o jogo, cada participante recebe uma quantia de dinheiro e, conforme o jogo for prosseguindo, será possível comprar terrenos, construir casas e hotéis no tabuleiro. Caiu no terreno de outro jogador? Pague uma taxa.

Também, existem outros fatores que deixam o Monopólio ainda mais divertido, como cartas de azar, que podem dar benefícios ou castigo aos jogadores, mudando completamente o ritmo e o rumo da partida.

5. Detetive

Anos se passam, mas Detetive nunca sai de moda. O jogo foi criado lá em 1949 nos Estados Unidos, e pode ser jogado por um grupo entre 3 e 6 pessoas e se passa em torno de uma cena de crime. O objetivo dos jogadores é visitar os locais, descobrir as pistas, fazer as perguntas certas, confundir os adversários e, ao mesmo tempo… solucionar o crime!

O objetivo final é simples, descobrir quem é o assassino, em qual local foi cometido o crime e qual foi a arma utilizada. Aquele que descobrir antes ganha a partida.

Gostou da nossa seleção? Conhece outros jogos de tabuleiro que também merecem destaque? Então deixe seu comentário!

A Mina Perdida de Phandelver